Plataforma de Bioensaios em Malária e Leishmanioses

O Laboratório da Plataforma Técnica RPT11G de Bioensaios de Malária e Leishmaniose (PBML) constitui uma rede integrada da FIOCRUZ que favorece o intercâmbio entre as instituições internas e externas de pesquisa que tenham interesse em testar potenciais princípios ativos para o tratamento da malária e leishmaniose.

 

APRESENTAÇÃO

O Laboratório da Plataforma Técnica RPT11G de Bioensaios de Malária e Leishmaniose (PBML) constitui uma rede integrada da FIOCRUZ que favorece o intercâmbio entre as instituições internas e externas de pesquisa que tenham interesse em testar potenciais princípios ativos para o tratamento da malária e leishmaniose. A suscetibilidade aos potenciais antimaláricos in vitro é avaliada contra formas eritrocíticas da cepa de P. falciparum cloroquina-resistente (W2) através da técnica de SYBR green I. Além de ensaios de screening ex vivo de compostos contra isolados de P. vivax em parceria com CEPEM. A triagem em larga escala in vitro de compostos naturais e/ ou sintéticos fornecidos por laboratórios parceiros frente à Leishmania sp. é analisada através da intensidade de fluorescência obtida pela revelação com Alamar Blue®. Esses dados, geralmente, são confrontados com os bioensaios de citotoxicidade contra células de hepatoma humana (Hep-G2), macrófagos (J774) e células renais de macaco verde africano (VERO). Este laboratório tem por objetivo precípuo selecionar compostos potencialmente ativos para teste in vivo antiplasmodial contra P. berghei ou anti-L. amazonensis em camundongos Balb/c.

 PESQUISADORA RESPONSÁVEL

Carolina Bioni Garcia Teles

Currículo Lattes

Telefone: (69) 3219-6009

E-mail: carolina.teles@fiocruz.br

Análise da bioatividade de extratos naturais e compostos sintéticos contra Plasmodium e Leishmania spp. em sistemas in vitro e in vivo.

– Busca de novos candidatos a fármacos antimaláricos a partir de fontes naturais: uma cooperação entre as regiões sul e norte do Brasil;

– Desenvolvimento racional de peptídeos bioativos inspirados em toxinas de anuros e serpentes úteis para a saúde humana;

– Métodos moleculares e clássicos aplicados à identificação e caracterização de novos compostos químicos ativos contra malária e leishmaniose a partir da biodiversidade;

– Vigilância do perfil de sensibilidade in vitro de Plasmodium sp. a fármacos de referência e estudo de drogas com potencial antimalárico contra cepas circulantes em Rondônia;

– Instituto Nacional de Epidemiologia da Amazônia Ocidental INCT-EpiAmO;

– Reposicionamento de fármacos antimaláricos e estudo de combinações in vitro e in vivo sobre Leishmania spp.

– Amália dos Santos Ferreira

Currículo Lattes

– Saara Neri Fialho

Currículo Lattes

– Ana Paula de Azevedo dos Santos

Currículo Lattes

– Daniel Sol Sol de Medeiros

Currículo Lattes

– Guilherme Matos Passarini

Currículo Lattes

– Norton Rubens D. L. Pejara Rossi

Currículo Lattes

– Marcinete Latorre Almeida

Currículo Lattes

– Leandro do Nascimento Martinez

Currículo Lattes

– Aurileya de Jesus Gouveia

Currículo Lattes

– Welington da Silva Paula do Nascimento

Currículo Lattes

– Vanessa Margarida Vicentini

Currículo Lattes

– William Paz Ferreira

Currículo Lattes

 

COLABORAÇÃO

NACIONAIS

Rodrigo Guerino Stábeli, Fiocruz

Andreimar Martins Soares, Fiocruz RO

Leonardo de Azevedo Calderon, Fiocruz RO

Ana Caroline Campos Aguiar, São Carlos, USP

Dhelio Batista Pereira, CEPEM, RO

Mauro Shugiro Tada, CEPEM, RO

Joana D ‘Arc Neves Costa, CEPEM, RO

Janaína Cecília O. Villanova, EFES, ES

Ms. Helen Queite G. Barros, UniSL, RO

Sabrina Baptista Ferreira, UFRJ

Simone Cristina Baggio Gnoatto, UFRGS, RS

Celso Vataru Nakamura, UEM, PR

Jansen Fernandes Medeiros, Fiocruz, RO

Maísa da Silva Araújo, Fiocruz, RO