Microbiologia

O Laboratório de Microbiologia objetiva o estudo dos principais patógenos circulantes responsáveis pela alta morbidade e mortalidade infantil.

 

APRESENTAÇÃO

Estudos no Laboratório de Microbiologia têm contribuído com os avanços das pesquisas na identificação etiológica através de ensaios fenotípicos e moleculares dos agentes bacterianos, virais e parasitários, responsáveis por processos infecciosos tanto em população infantil quanto em populações adultas mais suscetíveis. Isto se justifica pois Porto Velho – Rondônia apresenta o pior índice em saneamento básico do Brasil, onde apenas 2% do esgoto é captado. Esta situação favorece a disseminação de várias doenças veiculadas por microrganismos, além da resistência bacteriana.  Em relação a este último desafio, a ANVISA/MS, publicou em maio de 2017 o Plano Nacional para a Prevenção e o Controle da Resistência Microbiana nos Serviços de Saúde, com o objetivo de combater à emergência e propagação de bactérias resistentes aos antimicrobianos requerendo uma abordagem conjunta de vários segmentos governamentais e da sociedade. Aliado a esta necessidade o grupo do laboratório de microbiologia tem desenvolvido competências para o desenvolvimento dos estudos sobre o perfil genômico e disseminação da resistência bacteriana nos hospitais de referência no Estado de Rondônia.

O setor desenvolve ainda atividades de ensino em disciplinas da área da Microbiologia para alunos de Pós-Graduação, contribuindo com a formação de recursos humanos.

PESQUISADORA RESPONSÁVEL

Najla Benevides Matos

Currículo Lattes 

Telefone: (69)3219-6012

E-mail: najlamatos@fiocruz.br

– Caracterização, tratamento e controle de agentes bacterianos e virais responsáveis pela alta mortalidade infantil na Amazônia;

– Estudo fenotípico e genotípico de enteropatógenos isolados de análises coproscópicas de indivíduos infectados pelo HIV/aids em Rondônia;

– Avaliação da resistência aos antimicrobianos de bactérias patogênicas provenientes de hospitais de referência e dos seus efluentes na região de Porto Velho-RO.

– Prevalência da colonização por Estreptococo do grupo B em gestantes do município de Porto Velho-RO;

– Identificação fenotípica e caracterização genotípica de enteropatógenos isolados de análises coproscópicas de indivíduos infectados pelo HIV/aids em Rondônia;

– Identificação e caracterização genotípica dos vírus gastrointestinais, isolados de análises coproscópicas de indivíduos infectados pelo vírus HIV em Porto Velho – Rondônia;

– Caracterização fenotípica e perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos de isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa provenientes de hospitais de referência na cidade de Porto Velho – RO;

– Resistência aos antimicrobianos de isolados clínicos de Acinetobacter spp e Enterobacteriaceae: identificação e mapeamento do perfil dos genes codificadores de ESBL, Carbapenemases e Metalo-β- lactamases;

– Bioprospecção de compostos naturais contra bactéria multirresistentes.

– Najla Benevides Matos

Currículo Lattes

– Flávia Serrano Batista

Currículo Lattes

– Mariana Delfino Rodrigues

Currículo Lattes

– Raquel Nunes Barros de Oliveira

Currículo Lates

– Maicon Aleandro da Silva Gomes

Currículo Lattes

– Núcia Cristiane da Silva Lima

Currículo Lattes

– Rosimar Pires Esquerdo

Currículo Lattes

– Nagilla Wynne dos Santos Dorneles

Currículo Lattes

– Roger Lafontaine Mesquita Taborda

– Marcos Vinicius Ferreira da Silva

Currículo Lattes

– Louny Morrani Rodrigues Pinheiro

Currículo Lattes

– Suellen de Oliveira Fappi

Currículo Lattes

 

COLABORAÇÕES

Nacionais

Mauro Shugiro Tada – Centro de Pesquisa em Medicina Tropical de Rondônia – CEPEM;
Patrícia Puccinelli Orlandi – Instituto de Pesquisa Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia);
Márcia Benedita Oliveira Silva – Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM – Uberaba/MG;
Yvone Benchimol Gabbay – Instituto Evandro Chagas – Belém-PA;
Joana D’arc Pereira Mascarenhas – Instituto Evandro Chagas – Belém-PA;
Ana Paula D Alincourt Carvalho Assef – Fiocruz-RJ.

Internacionais

Dr. Nicolás Rodríguez León – Instituto Universitário Italiano de Rosário – Argentina – UNIR.