Histórias de vidas dedicadas à Ciência na Amazônia acessíveis em livro lançado pela Fiocruz Rondônia

Livro é resultado de projeto de Memória Institucional e terá exemplares distribuídos gratuitamente a bibliotecas e instituições de ensino e pesquisa

segunda-feira, 21 de novembro de 2022 |
Livro retrata a história da Fiocruz RO em narrativas de pesquisadores pioneiros

Histórias de vidas dedicadas à Ciência na Amazônia, este é o tema do livro lançado pela Fiocruz Rondônia, que tem a proposta de tornar acessíveis a toda a sociedade os passos iniciais da pesquisa em Saúde Pública em Rondônia, por meio de um resgate à memória de pesquisadores pioneiros no Estado, na área das doenças negligenciadas.

O lançamento ocorreu no Golden Plaza Hotel, em Porto Velho, e foi marcado por muitas homenagens. A abertura ficou por conta de uma bela apresentação do Hino “Céus de Rondônia”, tocado por músicos da Escola de Música Villa-Lobos de Porto Velho.

A vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz (VPEIC), Cristiani Vieira Machado, representou a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e destacou a relevância do projeto, para a socialização do conhecimento sobre a história da pesquisa em Rondônia. Segundo ela,

A Fiocruz Rondônia é uma unidade muito importante, porque desenvolve pesquisas voltadas à realidade da Amazônia, atuando em diferentes frentes de investigação, e o livro traz um pouco dessa história, e da sua relevância para o desenvolvimento da região.

O Projeto de Memória Institucional que deu origem ao livro esteve entre outras ideias selecionadas pela Fiocruz em 2020, em Chamada Interna para Projetos de Memória. Para o coordenador da Fiocruz Rondônia, Jansen Fernandes de Medeiros, que também participou como entrevistado para a composição da obra, “este livro é de extrema relevância social, pois retrata, de um jeito bastante simples, qual é o legado de pesquisadores pioneiros, especialmente, o professor Luiz Hildebrando Pereira da Silva, nosso grande homenageado”.

O coordenador geral de Planejamento estratégico da Fiocruz, Ricardo de Godoi Mattos Ferreira, que também participou da cerimônia, lembrou de sua trajetória em Rondônia, enquanto coordenador da instituição entre os anos de 2014 e 2018, e reforçou a necessidade de um esforço em conjunto para a conclusão das obras do Polo Tecnológico em Rondônia, nova sede da Fiocruz Rondônia, que deverá abrigar diferentes instituições de pesquisa e ensino, “representando uma maior agilidade nas pesquisas desenvolvidas, novos investimentos, manutenção e atração de novos pesquisadores, trazendo mais desenvolvimento e, consequentemente, mudando a qualidade de vida da população rondoniense”, destacou.

Mauro Tada, diretor geral do Centro de Pesquisa em Medicina Tropical (Cepem/Sesau), um dos pesquisadores ouvidos e que traz seu relato pessoal de como foi vivenciar experiências pioneiras na década de 1980 no início dos estudos sobre malária na região, enalteceu o legado do professor Luiz Hildebrando, “que escolheu Rondônia, para justamente expressar o seu conhecimento sobre malária e ajudar a transformar a vida da população local”.

Homenagens

Diretor da Biblioteca Municipal Francisco Meirelles, Carlos Augusto (à esquerda), recebe exemplares do livro.

Durante o lançamento do livro, foram feitas homenagens aos pesquisadores e colaboradores da Fiocruz. Entre os vídeos produzidos especialmente para o projeto, “A vida e a memória de Luiz Hildebrando” traz relatos de pesquisadores que estiveram ao lado do professor Hildebrando, no começo de sua passagem por Rondônia.

No vídeo sobre a “Fiocruz e a Ciência Rondoniense”, são destacados o percurso da Fiocruz em Rondônia até os dias atuais, na voz dos dirigentes da instituição no Estado.

Outro momento especial do lançamento foi a entrega de exemplares da obra aos representantes das bibliotecas públicas de Porto Velho e ao museu Palácio da Memória Rondoniense, ampliando desta forma o acesso gratuito da comunidade às histórias de vidas trazidas no livro. Exemplares do livro serão distribuídos gratuitamente a instituições de pesquisa e ensino e unidades e escritórios técnicos da Fiocruz, em outros estados, como parte das ações do projeto.

Ao todo, mais de 40 pessoas foram entrevistadas para a composição da obra, entre pesquisadores, tecnologistas, egressos da instituição e colaboradores que fazem parte desta importante história sobre a pesquisa em Saúde em Rondônia. O prefácio foi escrito pela presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima. O projeto também tem a participação do Coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz) e Professor Emérito da Fiocruz, Paulo Marchiori Buss.

Interessados podem adquirir o livro no site da editora CRV nas versões física e e-book.

Texto: José Gadelha

Fotos: Adrhyan Araújo